Chá de Hibisco: benefícios e emagrecimento

Um chá bastante conhecido e tratado como medicinal, o chá de hibisco contém propriedades bastante importantes para nosso corpo humano. O chá é feito através das flores de hibisco e ajudam na qualidade de vida de milhares de brasileiros.

Há diversos estudos na área que confirmam os benefícios do chá de hibisco para o corpo humano, colocando essa planta como um importante aliado da saúde.

Nessa publicação, mostraremos diversas propriedades e benefícios que esse chá pode proporcionar para nós, com ênfase em sua procura para o emagrecimento.

Benefícios do chá de hibisco

Como fazer chá de hibisco

Para o preparo do chá de hibisco os ingredientes são bem simples. Você deve ter em mãos uma colher de sopa da planta seca e aproximadamente 1 litro de água.

Após ferver a água, coloque a colher de sopa de hibisco na água e espere por 10 minutos, para que ocorra a infusão. Após isso, coe e beba.

Há a opção de armazenar na geladeira e beber o chá de hibisco gelado, porém as propriedades são asseguradas para se beber logo após a infusão.

Vale lembrar que o chá deve ser bebido sem a introdução de açúcar, melhorando a qualidade e sua saúde.

Leia também sobre o Chá de Gengibre.

Benefícios do chá de hibisco

Procurado por diversas pessoas, o chá de hibisco contém diversos benefícios ao corpo humano quando tomado com boa frequência e sob prescrição médica. Um dos benefícios mais conhecidos e desejados da população, em relação a esse chá, é sobre a perda de peso. Para quem procura qualidade de vida e uma alimentação saudável, vale a pena acompanhar os benefícios do chá de hibisco a seguir.

Diminui pressão arterial

Um dos benefícios mais importantes do chá de hibisco é a diminuição da pressão arterial. Como no Brasil o número de hipertensos cresce a cada dia, é recomendado a ingestão do chá de maneira moderada.

O hibisco contém propriedades anti-hipertensivas, ajudando a prevenir o estresse oxidativo das células e melhorando a circulação sanguínea. Há pesquisas na área que apontam eficiência nesses tratamentos.

Diminuí a retenção de líquido

O chá de hibisco, por ser rico em quercetina, uma substância que contém ação diurética, consegue aumentar a produção de urina durante o seu dia.

Com isso, acontece uma maior liberação de toxinas do corpo, diminuindo o inchaço que é clichê nas reclamações de diversas pessoas.

Ajuda no emagrecimento

Talvez o benefício mais procurado com a ingestão do chá de hibisco é o emagrecimento. Pesquisas apontam que o chá contém substâncias como os flavonoides e as antocianinas, capazes de reduzir a criação de células de gordura.

Além dessa propriedade, o chá de hibisco bloqueia a produção da amilase, que tem a capacidade de transformar amido em açúcar.

Vale lembrar que, a ingestão do chá de hibisco deve ser acompanhada de uma boa alimentação e de práticas de atividade físicas para se tornar eficaz.

Controle nos níveis de colesterol

Pesquisas na área relacionando o chá de hibisco como um ótimo auxiliar no controle dos níveis de colesterol crescem a cada ano. O hibisco contém propriedades capazes de reduzir o nível de colesterol “ruim” e aumentar o nível de colesterol “bom”.

Esse estudo foi divulgado pelo Journal of Traditional and Complementary Medicine.

Saúde do fígado

Por conter enzimas desintoxicantes, o chá de hibisco ajuda na saúde do fígado, diminuindo os danos para o órgão. Vale ressaltar que os problemas relacionados ao fígado estão ligados a gordura acumulada nele, causando problemas hepáticos.

Chá de hibisco

Risco e contraindicações do chá de hibisco

Como qualquer outro chá, o de hibisco também tem diversas contraindicações. Pessoas que tomam remédios anti-hipertensivos podem enfrentar problemas nas eficácias dos medicamentos, devido as propriedades do hibisco.

Outro fator de risco é em relação para quem faz o uso de pílulas anticoncepcionais. O chá de hibisco tem capacidade de reduzir os níveis de estrogênio no nosso organismo, prejudicando quem faz terapia de reposição hormonal. Para gestantes também é importante a consulta de um médico antes de ingerir o chá.

Há relatos de que, o chá de hibisco ao ser tomado a noite, pode prejudicar a qualidade do sono. Pode causar dor de cabeça, náuseas entre outros problemas com seu uso excessivo.

Chá de Gengibre: benefícios e como fazer

Aliado com uma dieta saudável, o chá de gengibre pode trazer diversos benefícios para o corpo humano, inclusive o emagrecimento. Por ser uma raiz bastante popular no Brasil, seu consumo é bem grande e vale a pena saber seus principais benefícios para a nossa saúde.

Através do chá de gengibre, você consegue extrair diversas propriedades da raiz, suas ações anti-inflamatórias, melhoras no sistema gastrointestinal, entre outras coisas.

Fique conosco e confira uma explicação completa a respeito do gengibre e de seu chá, além de aprender como fazer chá de gengibre corretamente.

Como fazer chá de gengibre

O gengibre pode ser encontrado no mercado de diferentes maneiras. Podemos encontrar em pó fresco, desidratado, e em raiz fresca ou seca. Recomendamos sempre fazer o chá com a raiz fresca, conservando melhor seus nutrientes e propriedades.

Para o preparo do chá, é necessário ter em mãos cerca de 4 centímetros de gengibre.

Ferva aproximadamente 1 litro de água e introduza o gengibre na panela, esperando cerca de 10 minutos. Após isso, apague o fogo e espere esfriar.

Recomendamos coar o chá de gengibre antes de tomar.

Conheça também os benefícios do chá de boldo.

Chá de gengibre emagrece?

Uma das perguntas mais feitas em relação ao gengibre, é sobre suas propriedades de emagrecimento. Sem dúvidas, a ingestão do chá de gengibre, combinado com uma boa alimentação, pode trazer ótimos resultados para o organismo, contribuindo para a perca de peso. Vamos explicar melhor esse assunto.

Por ser considerado um alimento termogênico, o chá de gengibre tem a capacidade de acelerar nosso metabolismo, ajudando assim a gastar um maior número de calorias. Essa característica é bastante visível após a ingestão do chá.

Outra propriedade dele, é a melhora na circulação e no poder de diminuir o inchaço do corpo, através da sua capacidade diurética.

Vale lembra que, todas essas informações e propriedades relacionadas ao chá de gengibre, devem ser seguidas juntamente com uma dieta balanceada e com a prática de atividades física, fortalecendo ainda mais seu corpo.

Chá de gengibre

Benefícios do chá de gengibre

Como sabemos, o chá de gengibre contém inúmeras propriedades benéficas para o corpo humano e, a seguir, listaremos algumas das mais importes.

Alivia a tosse

Por conter propriedades expectorantes, o chá de gengibre é bastante utilizado para ajudar no combate a tosse. Ajudando a eliminar o catarro presentes na garganta e no nariz, o chá tem um papel importante em gripes.

Ação diurética

Por conter grandes benefícios para os rins, diminui a retenção de líquido no corpo e ajuda na eliminação da urina. É bastante recomendado para quem tem problemas nos rins.

Poder afrodisíaco

Como tem a capacidade de aumentar o fluxo sanguíneo, o chá de gengibre é considerado um alimento afrodisíaco. Aumentando o fluxo sanguíneo nos órgãos genitais, pode trazer uma melhor sensação para o momento.

Auxiliar na perda de peso

Como auxilia na queima de gordura corporal, com o aceleramento do metabolismo, contém nutrientes como o 8-gingerol que atua na produção de calor e suor.

Combinado com uma dieta balanceada e atividades físicas, pode ser uma ótima opção para emagrecer.

Reduz o colesterol ruim

Através de pesquisas relacionadas, foi constatado que o consumo controlado do gengibre pode reduzir os níveis de LDL, que é o colesterol ruim para o corpo humano.

Com esse consumo controlado, foi possível abaixar os níveis de lipídeos no sangue, melhorando a saúde.

Prevenção do câncer

Uma das propriedades mais importantes do gengibre, por conter a substância 6-gingerol, que tem poder anticancerígenos. Pode ser considerado uma boa forma de prevenção e de um tratamento alternativo nesses casos.

Vale lembrar, que essa substância é mais encontrada no gengibre cru.

Receitas com chá de gengibre

A seguir, mostraremos algumas receitas com combinações do chá de gengibre, sempre acrescentando ótimos nutrientes e fortalecendo ainda mais nosso organismo. As receitas são bem fáceis e práticas de fazer, basta seguir as recomendações.

Chá de gengibre com casca de abacaxi

Como as propriedades da casca do abacaxi são bastante interessantes, esse chá misturando o gengibre com o abacaxi é muito nutritivo.

Fervendo cerca de 1 litro de água com 3 cm de gengibre e as cascas do abacaxi, você deve tampar o recipiente e esperar por 5 minutos. Após isso, coe seu chá e acrescente limão a gosto.

Não esqueça de lavar bem a casca do abacaxi.

Chá de gengibre com camomila

Para fazer um chá de gengibre com camomila é necessário cerca de 3 cm de gengibre e 3 colheres de camomila.

O processo é bem fácil, você deve ferver 1 litro de água com o gengibre e após desligar o fogo, espera 10 minutos. Acrescente a camomila e consuma. É interessante pois muda bastante o gosto do chá.

Chá de gengibre com limão

Uma ótima opção, o limão pode ser acrescentado espremendo seu suco diretamente na água quente com o gengibre. É recomendado esperar cerca de 10 minutos até que a temperatura do chá abaixo um pouco.

É interessante também acrescentar a casca do limão e coar.

Contraindicações chá de gengibre

Existem diversas contraindicações para o chá de gengibre, e a principal delas é a mesma para todos os chás. Evite tomar em excesso, podendo causar dores no estômago, azia e até mesmo diarreia.

Outro ponto a mencionar muito importante, é em relação ao uso do gengibre para pessoas que contém doenças hemorrágicas, pessoas com febre alta e que apresentam algumas inflamações.

Esse tipo de cuidado ocorre, pois, o gengibre tem uma função de vasodilatador e sempre deve ser tomado com o acompanhamento médico.

O chá de gengibre também diminui o açúcar no sangue, podendo ser perigoso para quem toma remédios para diabetes, causando associações com os medicamentos e podendo provocar a hipoglicemia.

Como na maioria dos chás, é recomendado evitar o consumo para crianças menores de 2 anos.

Chá de Boldo: como fazer e benefícios

Utilizado por muitos no Brasil e no mundo como uma planta medicinal, o boldo contém diversas propriedades benéficas para o corpo humano. Com ótimas qualidades digestivas e aliadas ao fígado, o chá de boldo é muito recomendado para diversos casos.

Nessa publicação, apresentaremos uma apresentação completa a respeito dos benefícios do chá de boldo e como preparar um. Além disso, de maneira breve falaremos como ter um pé em casa e seus principais tipos. Fique conosco e aprenda mais sobre os benefícios do chá de boldo.

Como fazer chá de boldo

A maioria da população consome o boldo em forma de chá, de maneira bastante prática e rápida de fazer. Iremos ensinar a seguir como fazer chá de boldo da maneira correta:

  • Ferva cerca de 200 a 400ml de água
  • Transfira para uma xícara e adicione cerca de 5 folhas de boldo
  • Deixe descansar por 10 minutos e coe posteriormente
  • Evite adoçar com açúcar o chá, utilize mel.

Vale lembrar que, não é recomendado ferve as folhas de boldo juntamente com a água, primeiramente por prejudicar suas propriedades e também por amargar seu chá.

Chá de boldo

Benefícios do chá de boldo

Como sabemos, os benefícios do chá de boldo são inúmeros para o nosso corpo. A seguir, listaremos diversos deles e suas explicações detalhadas. Vale a pena conferir e fazer um uso controlado do boldo.

Melhora a digestão

Bastante conhecido em relação a esse benefício, o chá de boldo tem propriedades que ativam a produção da bile pelo fígado, consequentemente, melhorando sua digestão e possíveis cólicas intestinais.

Vale lembrar que, o consumo do chá de boldo deve ser preferencialmente realizado sem a ingestão de açúcar.

Muito bom para o fígado

Com propriedades de remover vestígios de toxinas após consumo de bebidas alcoólicas e demais, é capaz de melhorar o lançamento da bile digestiva pelo fígado. É considerado um hepatoprotetor.

Anti-inflamatório

Com um melhorando do organismo, tem capacidade de combater os elementos tóxicos no corpo, melhorando principalmente o funcionamento do fígado, estômago e intestino.

Diminui o inchaço

Combatendo gases e com propriedade de desinchar a barriga, ele facilita o processo de digestão, diminuindo assim, os resíduos alimentares não digeridos para o intestino.

Além disso, pode servir como um suave laxante, ajudando na prisão de ventre.

Aumenta sua imunidade

Com ação antimicrobiana, o chá de boldo contém propriedades de ajudar o sistema imunológico a eliminar certos agentes infecciosos em nosso corpo, melhorando nosso mecanismo de defesa.

Tipos de boldo

Existem diversos tipos de boldo no Brasil, a grande maioria vindo do exterior. Como é bem comum encontrar boldo nos quintais ou hortas espalhadas pelo Brasil, vale a pena exemplificar algumas espécies de boldo encontradas por aqui. Lembramos que, o chá de boldo pode ser diferente, tanto em gosto e, tanto em propriedades, quando se varia sua espécie.

  • Boldo-baiano: Originário da África, pode alcançar até 5 metros de altura.
  • Boldo da terra: Originário da África também, é o mais comum no Brasil. Seu tamanho varia entre 1 a 2 metros e apresenta folhas aveludadas.
  • Boldo do Chile: De porte bem maior, pode ser considerado uma árvore, atingindo alturas de 12 a 15 metros.

Conheça também as propriedades do chá de hortelã.

Contraindicações do chá de boldo

As contraindicações relacionadas ao consumo do boldo ficam bastante claras com seu excesso de consumo. Não é recomendado consumir mais que 4 xícaras ao dia, podendo causar irritações gastrointestinais, independentemente do tipo de boldo consumido. Além dessas irritações, você pode sofrer com dor de cabeça e náuseas.

Outro ponto para ficar atento com os efeitos colaterais do boldo, é em relação ao seu consumo durante o período da gestação, principalmente nos 3 primeiros meses, podendo ocasionar malformação do feto e até mesmo o aborto.

Evite tomar o chá de boldo também para quem tem obstrução da vesícula biliar, prejudicando ainda mais o caso.

Como ter um pé de boldo em casa

De maneira bastante simples, você pode ter um pé de boldo em casa sem maiores trabalhos. Por ser uma planta que não precisa de tantos cuidados, você deve apenas ter um espaço que entre sol e que a planta possa cresce até 2 metros de altura.

Vale lembrar que, é recomendado sempre a poda do pé para renovar as folhas.

Hortelã-pimenta: benefícios e para o que serve

Uma das plantas medicinais mais usadas nas casas pelo Brasil, a hortelã pimenta tem diversas propriedades que trazem muitos ganhos e benefícios para o corpo humano. Com uso em tratamentos de estômago, enjoos e enxaquecas ela pode ser encontrada na sua forma natural, em pequenos sachês ou em óleos.

Seu plantio é bem simples e podemos encontra-la em várias feiras espalhadas pelo pais. Seu nome cientifico é Mentha piperita e contem como característica marcante, seu cheiro forte.

Benefícios da Hortelã-pimenta

A seguir, listaremos diversos benefícios da hortelã pimenta em nossas vidas, de maneira simples e transparente.

  • Benefício contra tosse e resfriado: o recomendado nesse caso é a ingestão de chá de hortelã pimenta, que ajudará no descongestionamento nasal e a diminuir possíveis irritações na garanta.
  • Mau hálito: com cheiro bastante característico, a ação antisséptica da hortelã combate o mau hálito e bactérias que podem gerar cáries. Existem diversos cremes dentais relacionados a isso.
  • Gastrite, vômitos e problemas no estômago: com propriedades de alívio de dores estomacais, a hortelã pode ser tomada através de chá puro ou com combinações. Causa sensação de controle e conforto na região.
  • Dor de cabeça: com poder de relaxamento e diminuição do stress, o chá de hortelã ou seu óleo, podem auxiliar no controle de dores de cabeça relacionadas ao stress e ao cansaço.
  • Diminuição de inchaço: ajudando na circulação sanguínea, o consumo do óleo de hortelã pimenta ou seu chá, pode ajudar a diminuir inchaços no corpo, combinado com uma boa alimentação.

Vale lembrar que, todas as dicas devem ser levadas em conta e observadas as indicações médicas pessoais. Informamos que o consumo da hortelã de maneira descontrolada pode trazer malefícios ao corpo humano.

Hortelã pimenta

Para que serve

Com o passar do tempo a hortelã pimenta foi ganhando espaço nas diversas áreas de indicações, contendo propriedades muito positivas. Com estudos comprovados, utiliza-la no controle de resfriados, como descongestionante, é um dos usos mais comuns.

Além disso, com propriedades que ajudam na diminuição de vômitos, enjoos, dores no estômago, é um ótimo auxiliador da regulação estomacal.

Resumindo, as propriedades da hortelã pimenta ganham espaço a cada dia, trazendo muitos benefícios para o corpo humano. Além dos citados, não podemos esquecer sua ação antioxidante, bastante explorada em óleos para a pele.

Contraindicações

As principais contraindicações da hortelã pimenta são para as crianças. Com um cheiro forte, não é recomendado utilizar óleos da hortelã em regiões como pescoço e numa de crianças menores de 5 anos, podendo causar alergias e irritações por conta do cheiro.

Além disso, no período de amamentação, a mãe deve evitar consumir o chá, óleo ou cápsulas da hortelã pimenta pois o gosto pode passar para o leite nesse período. Sendo assim, pode haver uma rejeição do bebê e complicações.

Receitas que combinam com a hortelã pimenta

Para quem procura combinações com a hortelã pimenta, combina-la com sucos, pratos e diversos temperos, é bem fácil.

A hortelã pimenta por ter um gosto bastante agradável e forte, é muito utilizada nos famosos sucos detox, temperos de carnes e sopas, entre outras coisas.

As utilizações da hortelã em diversos chás dão fama a essa erva muito presente no nosso cotidiano. Presente em diversos chás, sejam eles naturais ou em sachês, as propriedades da mesma atraí consumidores a procura de saúde e bem-estar.

Vale a pena experimentar um suco de hortelã com abacaxi, um chá de hortelã pimenta com gengibre, entre outras diversas receitas. Recomendamos utilizar a hortelã pimenta no tempo de carnes de porco!

Óleo essencial de hortelã pimenta

Através da destilação a vapor da folha da planta, consegue-se extrair um óleo que tem grande valor comercial. Seus benefícios são variados e muito pesquisados nos dias de hoje.

Esse óleo pode ser consumido ou passado sobre a região em tratamento.

Como ter em casa a hortelã pimenta

A hortelã de modo geral, é uma erva bastante simples de ser cultivada e praticamente nasce em todos os cantos. Com a hortelã pimenta não é diferente, crescendo em qualquer espaço de terra ou até mesmo pequenos vasos.

Por ser de fácil crescimento, é comum encontrar em diversas casas pelo Brasil e mundo. O plantio é bastante simples e não precisa de cuidados especiais, se adaptando bem em muitos ambientes. O sol é um fator importante, procure sempre plantar em lugares em que o sol bate ao menos 5 horas ao dia.

Hortelã grossa: benefícios medicinais

A hortelã é uma erva muito conhecida no Brasil e que consta com diversas variedades de planta. Uma delas que não é tão comum, é a hortelã grossa. Com muitas propriedades curativas e medicinais, o consumo dela cresce a cada dia.

Saiba um pouco sobre essa variedade de hortelã bastante recomendada para nossa saúde, sendo conhecida por diferentes nomes no Brasil todo.

Benefícios da hortelã grossa

Os benefícios da hortelã grossa variam bastante dentro da área da saúde, mas são bem relacionados com a hortelã comum.

Como propriedades terapêuticas, podemos citar seu poder cicatrizante, poder anti-inflamatório, entre outros. Além disso, é muito indicado com relação a tratamento de gripes, tosses e resfriados, com um poder comprovado através de seus chás e xaropes.

Uma característica bastante importante da hortelã grossa, é seu forte poder para produção de óleos ricos em timol, carvacrol, entre outros, ajudando bastante no tratamento da bronquite.

Sempre que possível, utilize as folhas verdes e saudáveis da hortelã, aumentando seu eficiência e conservando suas propriedades. Como ajuda no combate do envelhecimento, é muito utilizada passando sobre superfícies afetadas.

Benefícios da hortelã grossa

Como usar a hortelã grossa

A hortelã grossa pode ser utilizada de diversas maneiras, em benefício do nosso corpo ou do nosso lar. O fato dela ser mais difícil de ser encontrada, do que a hortelã comum, torna essa erva mais procurada e com um maior valor de mercado.

Muitas pessoas utilizam as folhas para tempero de comidas e para melhorar o cheio de ambientes, visto que seu cheiro forte é bastante agradável. Além da boa sensação, ajuda no descongestionamento nasal.

Além de melhorar o cheiro na casa, quando você tem uma hortelã grossa plantada no quintal, você espanta animais como ratos que não gostam do seu cheiro forte.

Além disso, como bastante gente conhece, a hortelã grossa é utilizada em questões medicinais, tratamentos e aliada de diversos processos.

Xarope de hortelã grossa

O xarope da hortelã grossa é bastante recomendado para quem está enfrentando uma gripe, tosse ou até mesmo bronquite. É bastante simples de se fazer e basicamente é necessário apenas folhas de hortelã e açúcar.

Ingredientes

  • 1 xícara de açúcar
  • 50 folhas de hortelã grossa

Modo de fazer

Aqueça as folhas de hortelã com a açúcar, mexendo durante todo o processo. Coloque cerca de 30 folhas e a xícara de açúcar, até ficar em um ponto de líquido/pastoso.

Após isso, desligue o fogo, acrescente o restante das folhas e mexa.

Para consumir, é recomendado 3 vezes ao dia, cerca de 2 colheres por vez. Isso ajuda bastante a diminuir a tosse e seus sintomas.

Hortelã grossa emagrece?

Por ter uma baixa quantidade de caloria e melhorar o funcionamento do estômago, consideramos que a hortelã grossa ajuda sim no emagrecimento, servindo como um alimento parceiro na dieta.

Por trazer sensação de relaxamento e saciedade, evita que a pessoa fique com fome rapidamente e aumenta o controle no apite.

Chá de hortelã com limão: benefícios para o corpo

A hortelã é uma das ervas mais consumidas no mundo todo devido a sua facilidade de ser encontrada e aos inúmeros benefícios ao corpo humano. Chá de hortelã com limão é uma das combinações mais benéficas ao corpo humano, indicado em diversos casos.

Por ter um gosto muito aceitável pela grande maioria, a erva quase sempre é combinada com outros alimentos para ser servida.

Uma das opções que mais encontramos relacionadas a chás é, o chá de hortelã com limão, muito consumido no Brasil e no mundo.

Benefícios do chá de hortelã com limão

O chá de hortelã com limão, além de ser muito consumido por pessoas que procuram perder peso e manter uma dieta equilibrada, seus benefícios vão além disso.

Em relação ao limão, podemos citar sua ótima capacidade em estimular o suco gástrico e ajudar na digestão dos alimentos. Também é rico em vitamina C, que ajuda bastante para aumentar nossa imunidade contra diversas doenças.

Por fim, por ser composto por diversos antioxidantes, ajuda muito no combate ao envelhecimento precoce, que está crescendo bastante na população devido à, principalmente, exposição em raios solares.

Em relação aos benefícios da hortelã, um dos principais é por ser um calmante natural, ajudando no controle da insônia e em dores de cabeça por estresse.

A hortelã também funciona com a melhora do hálito, combatendo bactérias que causam a cárie, ajuda na melhora da circulação sanguínea, diminuindo a quantidade de colesterol, entre outras coisas.

Hortelã verde

Modo de fazer o chá de hortelã com limão

Para o preparo do chá de hortelã com limão, precisaremos dos seguintes ingredientes:

  • 300 ml de água
  • 2 rodelas finas de limão
  • 10 folhas de hortelã

Aqueça a água em um recipiente e desligue após ferver. Acrescente as folhas de hortelã e tampe por cerca de 8 minutos, com o fogo desligado.

Após isso feito, coe as folhas de hortelã. Acrescente as 2 rodelas de limão no copo e beba logo em sequência.

Evite guardar o chá por mais de um dia na geladeira.

Chá de hortelã em saquinho

Vale ressaltar que, recomendados o consumo da hortelã in natura, aquele plantado em casa, pois utilizar chás prontos para o consumo diminui bastante as propriedades dos mesmos.

Por passar por diversos processos de fabricação, a hortelã pode perder alguns nutrientes e não ser manuseado de maneira correta, com a utilização de folhas já velhas e ressecadas.

Malefícios do chá de hortelã

Para quem sofre com problemas renais ou para crianças menores de 2 anos, não é recomendado o consumo da hortelã, seja em chás ou puro. O consumo em excesso pode prejudicar os rins e acarretar em uma série de problemas.

Chá de hortelã com gengibre: ajuda a emagrecer e rejuvenescer a pele

Para você que gosta de chás e gosta de beber quase diariamente, sempre deve estar ligado nas ótimas propriedades que os mesmos possuem. O chá de hortelã com gengibre vem ganhando fama atualmente devido as suas ótimas propriedades.

Além das boas propriedades, o modo de fazer esse chá é bastante simples e o hortelã com o gengibre são ingredientes fáceis de adquirir.

Benefícios do chá de hortelã e de gengibre

Uma erva muito comum de ser encontrada em quintais pelo Brasil, a hortelã contém propriedades que ajudam no controle de prisão de ventre, enjoos, dores de estômago, entre outras coisas.

Além desses benefícios, contém efeitos antioxidantes que ajudam a proteger a vida das células, retardando o envelhecimento.

Hortelã

Já o gengibre, que é uma raiz, é capaz de acelerar o metabolismo e ajuda no emagrecimento através da sua ação termogênica. Outro benefício do gengibre envolve o regulamento da pressão arterial, bastante recomendado pelos médicos.

Talvez o maior benefício do gengibre, é sua capacidade de ajudar no controle de úlceras, pois combate a bactéria H. pylori, que é a principal causadora de gastrite e úlceras no estômago.

Gengibre

Como fazer o chá de hortelã com gengibre

Para preparar o chá de hortelã com gengibre, você deve ter em mãos cerca de 10 folhas verdes de hortelã e uma pequena fatia de gengibre.

Além do gosto ficar muito bom, essa é uma combinação perfeita em nutrientes e benefícios para o corpo.

Ingredientes

  • 500 ml de água;
  • 10 folhas verdes de hortelã;
  • 1 fatia de gengibre.

Modo de preparo

Ferva os 500 ml de água e após isso, desligue o fogo. Introduza o gengibre e as folhas de hortelã. Tampe o recipiente e espere cerca de 10 minutos. Após isso, basta coar e consumir.

Detalhe que, deste modo, conserva-se mais as propriedades da hortelã e do gengibre.

Chá de hortelã emagrece de verdade?

Uma pergunta muito feita por todos é a respeito do emagrecimento a partir do consumo das folhas ou do chá de hortelã. Para você saber se o chá de hortelã emagrece, você deve conhecer suas propriedades e obter maiores informações para responder a essa pergunta.

Como é um alimento de origem vegetal, podemos associar com uma baixa taxa de caloria ao consumir e com boas propriedades para o corpo humano.

Nessa publicação, tiraremos sua dúvida em relação a isso, mas antes aprenda como fazer um chá de hortelã da melhor forma.

Propriedades relacionadas à hortelã

Já sabemos que a hortelã é rica em nutrientes, fibras, vitaminas e é muito utilizada como chá. Para tirarmos informações relacionadas as propriedades da hortelã em emagrecer, é importante saber informações como sua quantidade de calorias.

A hortelã contém cerca de 44 calorias a cada 100 g de folhas, um número considero bem baixo, quando comparado com outras bebidas.

Além das baixas calorias, a hortelã contém fibras, que transmitem uma sensação de saciedade ao corpo, controlando o apetite e o tamanho das porções durante as refeições.

Hortelã

Chá de hortelã emagrece?

Diante dos fatos, ao consumir uma xícara de chá de hortelã, você estará consumindo cerca de apenas 2 calorias, um número muito abaixo de diversas outras bebidas comuns.

O café por exemplo, na mesma quantidade, contém cerca de 29 calorias, um número muito acima da hortelã.

Para você que pergunta se chá de hortelã emagrece, também leve em conta outras bebidas ainda mais calóricas. Um suco de laranja contém 94 calorias, um copo de coca cola terá ainda mais, entre outras coisas.

Além da baixa quantidade de calorias, os nutrientes e propriedades que a hortelã fornece ao nosso corpo vale muito a pena.

Sua propriedade de conter fibras, ajuda no controle da saciedade, diminuindo o consumo em grandes porções e a vontade de comer diversas vezes ao dia.

Além disso, com o poder da erva de relaxar a pessoa, ajuda no trabalho do metabolismo, esse trabalhando de maneira eficiente, aumenta o processo de queima de gorduras. Coisas simples que ajudam muito no processo do emagrecimento.

Por fim, vale destacar que quando consumir o chá de hortelã, é fundamental beber ele puro, sem o acréscimo de açúcar. Isso ajuda no controle das calorias no controle de sua dieta.

Cuidados com o consumo da hortelã

  • A hortelã não é recomendada para crianças e bebês;
  • Pessoas com úlceras e gastrites
  • Consumo exorbitante

Considerações finais

O chá de hortelã emagrece e ajuda muito em uma dieta equilibrada. É claro que, junto com o consumo da hortelã, você deve manter boas práticas alimentares e se exercitar diariamente.

Tudo funciona em conjunto, sendo a hortelã um ótimo auxiliador nesse caso. Podendo ser utilizado de diversas maneiras, vale a pena ter um pequeno pé em casa e consumir sempre que possível.

Como fazer chá de hortelã

Encontrada com cerca facilidade em diversas casas pelo Brasil, a hortelã é muito utilizada para fazer chá. Seu chá, com diversas propriedades que ajudam nosso organismo é bastante recomendado.

Como é uma erva de crescimento rápido, após a pessoa comprar um pequeno vaso com hortelã, sua plantação vai aumentar, permitindo sempre você estar colhendo folhas novas e verdes para o preparo de sua bebida.

Dicas para preparar o chá de hortelã

Para preparar o chá de hortelã é necessário colher folhas verdes e vivas para o preparo, evitando folhas velhas e amareladas, diminuindo a qualidade do chá.

Um ponto bastante importante de destacar é que, deve-se preparar o chá para ser tomado no mesmo dia, evitando guarda-lo na geladeira, pois pode-se perder sua qualidade e interferir até mesmo no gosto.

Sempre que iniciar o preparo do chá, você deve ficar atento ao tempo de infusão das folhas, caso deixe mais que o recomendado você pode perder as propriedades da erva e não alcançar o objetivo desejado com o consumo.

Como fazer chá de hortelã

Com as folhas já colhidas de um pé de hortelã, verifique se as mesmas estão saudáveis e bastante verdes. O mais recomendado no preparo do chá de hortelã é utilizar o processo da infusão, no qual conserva a maior parte das propriedades da erva

Vamos aos passos:

  • 500 ml de água
  • 1 xícara de chá de folhas verdes de hortelã

Após ter os ingredientes em mãos, aqueça a água até a mesma começar a ferver. Após começar a fervura, coloque as folhas verdes de hortelã e desligue imediatamente o fogo.

Após desligar o fogo, tampe o recipiente e espere por cerca de 10 minutos para acontecer o processo de infusão.

Após realizado o processo, coe seu chá e ele estará pronto para beber.

Hortelã verde

Diversas opções de chás de hortelã

Como sabemos, a hortelã é uma erva usada em diversas bebidas, pratos e óleos. Usualmente, ele é utilizado em combinações com outras ervas para o preparo de diversos chás.

Canela, gengibre e erva doce são geralmente utilizados em conjunto com a hortelã, melhorando o gosto e aumentando ainda mais as propriedades dessas bebidas.

A seguir, listaremos algumas combinações em que a hortelã é incluída:

  • Chá de hortelã com canela e gengibre
  • Chá de hortelã marroquino
  • Chá de hortelã com camomila

Cuidados

Ao ingerir grandes quantidades de chá de hortelã ao longo do dia, o corpo pode reagir de uma maneira contrária aos benefícios, causando intoxicação.

Vale a pena consultar um médico ou nutricionista para avaliar sua frequência de consumo e sua dieta.

Benefícios da hortelã e de seu chá

A hortelã é erva muita consumida no Brasil. Originária da Ásia, os benefícios da hortelã são inúmeros e são passados de gerações em gerações por toda a parte do mundo.

Diversos estudos demonstram sua enormidade de benefícios para o corpo humano, como a vitamina A, C, E e K, diversos antioxidantes, entre outras propriedades.

Encontrada em diversos produtos atualmente, a hortelã além de estar presente nos chás, ganhou mercado em chicletes, bebidas, balas, etc. Um dos pontos positivos da hortelã é sua facilidade de ser cultivada em casa e de maneira bastante simples, em pequenos canteiros e vasos.

Hortelã

Benefícios da hortelã

A seguir, mostraremos uma grande quantidade de benefícios que a hortelã pode trazer para a nossa saúde, acompanhe.

Ajuda na saúde bucal

Como vemos diariamente a hortelã fazendo parte de produtos da saúde bucal como cremes dentais, enxaguantes bucal, entre outros, não é à toa que essa erva está presente nesses produtos.

Com o poder de ajudar no mau hálito e no combate as bactérias que causam as cáries, a hortelã é bastante usada por empresas desse ramo, além também, de ser muito refrescante em contato com a boca.

Prevenção de câncer

Com diversos estudos na área, a hortelã é reconhecida como uma erva que ajuda na prevenção de diversas células cancerosas. Por conter álcool perílico, ele limita o crescimento dessas células.

A ingestão da hortelã nesses casos para a prevenção pode ser feita de diversas maneiras, como o famoso chá de hortelã, ingestão das folhas, óleos, entre outros.

Melhora a memória

Comprovado por estudos, a hortelã tem poder de aumentar os estados de alerta e a memória no corpo humano, retardando processos de envelhecimento e esquecimentos.

Muitos desses estudos recomendam a ingestão do óleo essencial de hortelã, um pouco diferente de seu chá.

Ajuda ao combate da insônia

Por ser um bom calmante natural e conter um bom potencial de redução do estresse, a hortelã fortalece o combate da insônia e pode melhorar suas noites de sono.

Por deixar a pessoa mais relaxada, consegue diminuir bastante a insônia.

Colesterol alto

Essa erva é capaz de melhorar todo o funcionamento da bile, que é responsável pela quebra das moléculas de gordura que consumimos, sendo assim, ajudando o controle do colesterol ruim no corpo, conhecido como LDL.

Esse é considerado um dos principais benefícios do hortelã no corpo humano.

Folhas de hortelã

Dor de cabeça

Tendo um efeito calmante, as folhas de hortelã podem ser esfregadas na testa para aliviar as dores, ou com o simples chá de hortelã, consumindo para aliviar o estresse e aumentar o relaxamento do corpo.

Alivia sintomas de gripes e resfriados

Muito usado nessas situações, o chá de hortelã contém propriedades expectorantes e descongestionantes. Tomar um chá quando os sintomas estão começando a aparecer é fundamental.

Para informações mais precisas a respeito das indicações do chá de hortelã nessas situações é importante consultar um médico.

Melhora a digestão

Através de diversos estudos, foi constatado que a hortelã melhora o fluxo da bile e relaxa os músculos do estômago. Além dessas propriedades, ajuda também no combate a inflamações e irritações.

Dicas gerais

Vale a pena consumir hortelã durante nosso dia a dia, visto que as propriedades dessa erva são grandes. Podemos fazer seu consumo de diversas maneiras, através do chá, folhas cruas ou até mesmo com seu óleo.

Atualmente, muitas pesquisas na área são realizadas e novos benefícios são conhecidos a cada momento, fazendo essa erva um atrativo bastante presente em nossas vidas e muito importante para nossa saúde.