Chá de Graviola: benefícios ao corpo e como fazer

Um chá não muito conhecido, o chá de graviola contém diversos benefícios ao corpo humano que, se utilizado de maneira correta, pode auxiliar bastante em tratamentos contra a diabete, hipertensão e até mesmo insônia.

Bastante polêmica em relação ao tratamento contra o câncer, o chá de graviola deve ser consumido com responsabilidade e muito cuidados, pois seu uso em excesso pode acarretar uma série de problemas. A propriedade mais conhecida na graviola é a acetogenina, associada ao tratamento do câncer.

Benefícios do chá de graviola

Consumida com cautela e consciência, os benefícios do chá de graviola podem ser bem grandes, estando associados a diversos fatores. Em casos de diversas doenças, o chá pode auxiliar no controle.

Diminuição da insônia

Por conter propriedades calmantes e sedativas, auxilia em uma melhora da qualidade do sono e da diminuição do estresse.

Antioxidante

Por conter propriedades antioxidantes, é usada com a fruta in natura sob cabelo e pele do rosto, fortalecendo e auxiliando no combate ao envelhecimento.

Controle de diabetes

Auxilia o retardamento da entrada do açúcar no sangue, através de suas fibras.

Benefícios da graviola

Auxilia no controle do reumatismo

Melhorando sintomas de dor e inflamação, contém propriedades antirreumáticas que podem ser ótimas aliadas ao corpo humano.

Conheça também sobre o chá de arruda.

Como fazer chá de graviola

Para preparar o chá de graviola, o processo é bastante simples e rápido. Seu consumo é recomendado com o uso de 2 ou 3 xícaras por dia, não permanecendo o consumo por muitos dias seguidos. A seguir, falaremos em como fazer chá de graviola de uma maneira correta e que beneficia suas propriedades

Ingredientes

  • 10 gramas de folhas de graviola;
  • 500 ml de água.

Modo de fazer

  • Ferva a água e desligue o fogo;
  • Acrescente as folhas e tampe o recipiente;
  • Espere por 10 minutos, coe e sirva em temperatura morna.

Chá de graviola ajuda no tratamento de câncer?

Essa é muita questão bastante discutida e procurada por muitos na internet, porém a resposta não é muito animadora. Depois de diversos estudos na área, os resultados em laboratórios foram espetaculares, porém não houve o mesmo sucesso no corpo humano.

Como ocorre, o processo de estudo ocorre primeiramente no laboratório e posteriormente, em animais e humanos. Sendo assim, na segunda etapa em animais a sua função contra as células cancerígenas não deu resultado.

Além disso, foi constatado que, regiões que consomem o chá de graviola com certa frequência, pode degenerar células nervosas, favorecendo o mal de Parkinson. Sendo assim, é recomendado apenas o consumo de maneira consciente e controlada.

Em casos de tratamento do câncer, evite consumir o chá pois pode prejudicar o organismo, prejudicando a quimioterapia.

Efeitos colaterais e cuidados

Não é recomendado o uso da planta medicinal para mulheres gestantes e crianças menores de 12 anos. Além disso, pessoas com hipertensão são recomendadas a evitar esse chá, pois seus efeitos podem interagir com os remédios e causar problemas.

No mais, o chá de graviola é tranquilo se consumido de maneira controlada e sob recomendação médica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *